Top
Featured Post
2 Ago

I Roteiro Gastronómico de Carne Marinhoa

Numa organização conjunta do Município de Albergaria-a-Velha e da PRAVE, decorreu entre 5 de maio e 11 de junho, o I Roteiro Gastronómico de Carne Marinhoa.

Foram sete os espaços de restauração que se associaram a esta iniciativa de promoção e divulgação da Carne Marinhoa DOP. Do “Naco de Marinhoa” até à “Aba de Vitela em Forno a Lenha”, passando pelo “Costeletão de Marinhoa”, várias foram as opções de degustação deste produto endógeno da região e do concelho de Albergaria-a-Velha.

A raça bovina Marinhoa tem a sua origem e Solar no Baixo Vouga lagunar. Um animal possante e pernalteiro, de temperamento calmo e dócil, perfeitamente adaptado às exigências da cultura do arroz e à faina das gentes ligadas à Ria e ao Mar, tanto na apanha do moliço, como na pesca em Arte Xávega.

Na década de 40 foram registados mais de 23 mil animais na região do Baixo Vouga, mas esse número sofreu um forte declínio nas décadas seguintes. O reconhecimento das suas qualidades e da particularidade das suas características chegou em Maio de 2000. A qualificação como Denominação de Origem Protegida (DOP) atribuída pela Comunidade Europeia é, não só uma mais-valia para os criadores, mas uma garantia de qualidade para os consumidores.

Com sabor característico e suavemente intenso, a Carne Marinhoa DOP é consistente e suculenta, apresenta-se com uma cor que varia do rosa pálido ao vermelho escuro, conforme a idade dos animais. Marcas de uma carne de qualidade e que a fazem muito procurada.

Partilhar